SINDICATO DOS TRABALHADORES DO SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE JACAREÍ    




ENCERRADA CAMPANHA SALARIAL 2017

S  I  N  D  S  A  A  E



Em Assembléia dos trabalhadores do SAAE, realizada em 23/3/17, a Campanha Salarial 2017 foi encerrada da seguinte forma:



a)Aprovação do reajuste de 6% para todos os trabalhadores(as)so SAAE, sem desconto do crescimento vegetativo retroativo a 01/03/17.

b)Aprovação do reajuste de 8,90% do vale refeição (de R$15,60 para R$17,00) retroativo a 01/03/17.

c)Fornecimento do Vale Alimentação (cesta básica) através de cartão aceitavel em um número consideravel de estabelecimento da cidade.

d)Aprovação do reajuste de 16,38% do vale alimentação (cesta básica); de R$ 125,57 para R$ 146,14, retroativo a 01/03/17.

e)A aprovação do Vale Refeição e Vale Alimentação (itens "b" e "d"), fica condicionada ao compromisso do Sr. Prefeito reunir-se com o sindicato, em Setembro desse ano, a fim de avaliar a possibilidade de novo reajuste para os itens mencionados.

A aprovação dos projetos com os respectivos reajustes, será na próxima sessão de Câmara dia (11/04/17).

Independente da campanha salarial, o prefeito se comprometeu a implantar uma Reforma Administrativa, gradual, que possibilitará o aumento do padrão salarial de todas as atuais referências. ( início em agosto/17 com as menores atuais referências e previsão de término em dezembro/19, com a maior referência atual de nível superior).

Visando cumprir compromisso de campanha, o prefeito nomeará servidores de carreira para o cargo comissionado de GERENTE. Ocorre,que os atuais servidores de carreira, inclusive com nivel superior, devido aos adicionais de tempo de serviço, recebem mais que o salário de gerente. Para compensar aos servidores de carreira que ocuparão cargo de gerente, os quais passarão a ter uma responsabilidade maior do que a dos cargos de carreira que ocupam, o prefeito concederá a esses servidores um adicional de 50% do salário de gerente.(sobre esse adicional não incide nenhum benefício por tempo de serviço).

Assim sendo, evita-se a nomeação de mais comissionados ¨de fora¨ (muitos sem conhecimento do serviço público) e, também, economiza-se na folha de pagamento, propiciando uma margem maior para negociação de reajustes de salários na próxima campanha salarial.

O adicional mencionado no item acima, não está vinculado a Campanha Salarial 2017. Trata-se de projeto isolado do prefeito (sem participação do sindicato, visando cumprir o que prometeu na campanha política de 2016).

Dúvidas dos associados do SINDSAAE, poderão ser esclarecidas na sede do sindicato, das 09 às 17h, de segunda a sexta-feira.



CAMPANHA DE FILIAÇÃO

CARTA AOS TRABALHADORES (AS) DO SAAE



Prezado Trabalhador (a) do SAAE

A organização em sindicatos, foi uma das principais conquistas dos trabalhadores públicos, na Constituição Federal de outubro de 1988.
Naquela época, as condições de trabalho eram as piores possíveis, nem mesmo a legislação trabalhista era respeitada, surgindo, entre os trabalhadores do SAAE, a necessidade de fundação de um sindicato. Não perdemos tempo. Em 08/11/1988, estava fundado o primeiro sindicato de trabalhadores públicos do Vale do Paraíba, o SINDISAAE.
De lá para cá, foram muitas lutas e conquistas. Juntos conseguimos: transporte seguro (DO). Refeitório, serviço social, segurança e medicina do trabalho, uniformes, EPI’s, kit limpeza, vale refeição, opção de cesta básica, café da manhã e da tarde, etc. Derrotamos a tentativa do ex-prefeito Marco Aurélio de implantar o PVCC, que tinha por objetivo a retirada de direitos.
Nossa maior vitória aconteceu em 1996, quando o sindicato e a categoria mobilizaram a cidade contra o golpe da privatização do SAAE, no apagar das luzes do governo do ex-prefeito Thelmo, cujo grupo político está dentro da atual Administração.
Durante todos estes anos, o setor jurídico do sindicato defendeu trabalhadores em processos administrativos e ganhou inúmeras ações na justiça a favor dos associados e, até mesmo, de não sócios, tais como: pagamento correto de insalubridade, licença prêmio, horas extras, e de diferença de salário por disfunção e outras.
No aspecto assistencial, o convenio do SINDSAAE com médicos, laboratórios e clinicas, tem ajudado muito os associados, quando da necessidade de consultas com especialistas e realização de exames.
Hoje, em decorrência do avanço da terceirização de serviços, falta de pessoal, aposentadorias, falecimentos e exonerações de servidores, o número de associados do SINDSAAE diminuiu muito, comprometendo nossa única receita (mensalidade dos sócios).
Principal ferramenta de luta e defesa dos trabalhadores, o sindicato—como qualquer outra entidade-não sobrevive sem dinheiro. Arrecadamos apenas R$ 3.200,00/mês, para cobrir todas as despesas (aluguel, advogada, contador, água, luz, telefone, IPTU, limpeza, boletins, assinaturas de jornal, internet, taxas judiciais, etc.).
Diante do exposto, apelamos à consciência dos colegas ainda não associados, para que filiem - se ao sindicato (vide fixa no verso).
Aos associados, pedimos que colaborem com a campanha de sindicalização, incentivando os companheiros (as) de trabalho a filiarem-se, para fortalecer nossa luta.
A luta por nossas reivindicações é para evitar a retirada de direitos já conquistados, não pode parar.
O SINDSAAE e a responsabilidade em mantê-lo vivo é de todos os trabalhadores (as). Sindicalize-se!
Um abraço a todos. A Diretoria

SE PREFIRIR, RETIRAR A FICHA DIRETAMENTE NO SINDICATO.



LEITURA COMO FORMAÇÃO POLÍTICA




  • Aposentadoria especial


    O STF (Supremo Tribunal Federal) através da Súmula Vinculante nº 33, decidiu, recentemente, que os servidores públicos têm direito à aposentadoria especial com as mesmas regras aplicadas hoje aos benefícios dos segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

    Têm direito à aposentadoria especial os servidores que tiverem exercido suas atividades sob condições prejudiciais à saúde ou à integridade física.

    Apesar de previsto na Contituição Federal (art. 4º, § 4º, inciso III), na prática, o direito a aposentadoria especial não existia, por falta de edição de lei complementar a ser aprovada pelo Congresso Nacional.

    Cabe ressaltar, que a concessão da aposentadoria especial depende da comprovação, pelo servidor, de exposição permanente às condições que prejudiquem a saúde ou a integridade física. Não basta para efeito de comprovação o recebimento de adicional de insalubridade (holerite).

    Para entrar com o pedido de aposentadoria especial no IPMJ, o servidor deve:
    1- Ter trabalhado 25 anos sujeito a condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física.

    2- Solicitar junto à Divisão de Recursos Humanos do SAAE, os seguintes documentos:
    a) Formulário de informações sobre atividades exercidas em condições especiais (PERFIL PROFISSIOGRAFICO PREVIDENCIÁRIO – PPP).

    b) Laudo Técnico de Condições Ambientais do Trabalho – LTCAT.

    c) Parecer de perícia médica, em relação ao enquadramento por exposição a agentes nocivos.

    3- Atendidas as exigências dos itens acima, o servidor deve encaminhar a documentação ao IPMJ para análise e abertura do Processo de Aposentadoria.

    NOTA: Não é permitida a conversão de tempo de contribuição especial em tempo de contribuição comum para efeito de aposentadoria que não seja especial.


  • Paralisação no SAAE
     No dia 15/3, contra a reforma da previdência e trabalhista

    Img Img Img Img


    VIDEOS E FATOS

             


    FOTOS / CAMPANHA SALARIAL 2016